Loading...
Skip to Content

3 a 6 de setembro

Só a água fala nos buracos

INSTALAÇÃO: Joana Sá e Luís J Martins

LOCAL: Mina, Coiços do Moinho
ACESSO: Médio
VISITA LIVRE

DA mina onde a instalação se estabelece é singular: trata-se de um túnel de, aprox. 40m, construído como desvio da levada do Couço Torno (Coistorno), a fim de levar água aos terrenos mais próximos sem desperdício. A zona escavada tem uma escala humana - o espaço de uma pessoa com a sua ferramenta de trabalho - e, pela sua forma não linear, dá a entender que terá sido escavada de um lado e do outro até as duas perfurações se encontrarem a meio. Por estas razões e pela irregularidade da perfuração das suas paredes, a experiência no seu interior é também particular: corpo e espaço criam uma ressonância a uma mesma escala em que tanto a sensação do corpo e do espaço, como a emissão de som e escuta, se ‘com-fundem’. A escuta, enquanto este espaço fluido de ressonância, é pensada aqui como ‘prótese’ poética.

As ‘vozes cantadas’ desta instalação foram gravadas nesta mina e na mina de água do Poço Negro, localizada também em Frádigas.

Com exceção da instalação no Bar do Largo da Fonte, todas as atividades ocorrem ao ar livre.